Arquivo mensal: fevereiro 2019

Sport Club Pontezinha

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
20/02/2019
Ficha do Clube
Nome
 Sport Club Pontezinha
Fundação
Localização
 Cabo de Santo Agostinho – Grande Recife
Mascote
 Leão
Status
 Extinto
Competição
 Pernambucano 3ª divisão – 2001
O Clube

O Sport Club de Pontezinha é um time de futebol sediado na cidade do Cabo de Santo Agostinho, localizado no Grande Recife.

O time do Sport Pontezinha sempre foi um clube bastante tradicional no cenário do futebol da cidade do Cabo de Santo Agostinho, pois é um time que sempre esteve disputando as competições citadinas, como o campeonato da Liga Cabense de Futebol.

O Clube conquistou o título do Campeonato Cabense no ano de 2000 e com isso conquistou o direito de disputar a 3ª divisão estadual no ano de 2001, porém em nossas pesquisas não conseguimos encontrar dados sobre a competição deste ano e com isso fica mais um clube registrado em nosso Acervo Futebolístico.

Quando disputou o pernambucano em 2001, o clube mandava seus jogos no estádio José Carlos Martins, que fica localizado no bairro vizinho de Ponte dos Carvalhos e tem capacidade para pouco mais de 1.500 torcedores.

Estádio José Carlos Martins
Em nossas pesquisas não conseguimos nenhum contato que pudesse nos informar a data de fundação do clube, embora tudo indique que tenha sido entre as décadas de 60 e 70, já que muito clubes cabenses foram fundados próximos a criação da Lica Cabense de Desportos, em meados da década de 70.

Uma breve curiosidade sobre o futebol de do bairro de Pontezinha, é que existe não só o Sport local, como também o Clube Náutico de Pontezinha, o Santa Cruz Futebol Clube de Pontezinha e o América Futebol Clube de Pontezinha, todos homônimos e homenagens dos clubes mais tradicionais da capital pernambucana.


Fonte: Diário de Pernambuco, Futebol Nacional
Publicidade

Clube Real Independente – Toritama

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
18/02/2019

Ficha do Clube
Nome
Clube Real Independente
Fundação
Década de 80
Cidade/Mesorregião
Toritama – Agreste
Mascote
Leão
Status
Social-Amador
Competição
Pernambucano 3ª divisão – 2001 (Última competição)
O Clube
O Clube Real Independente é um clube de futebol, que está sediado na cidade de Toritama, no Agreste pernambucano.

Fundado na década de 80, por ex-diretores do Ipiranga FC, o clube sempre permaneceu na esfera do futebol amador, sempre disputando os campeonatos municipais e regionais, onde o clube tem várias conquistas. 

O Leão de Toritama, manda seus jogos no estádio municipal de Toritama, de capacidade para pouco mais de 1.000 torcedores.

Estádio municipal – Foto: Prefeitura de Toritama

Ao ser campeão no ano de 2000 em Toritama o clube ganhou o direito de disputar a 3ª divisão pernambucana, onde não obtivemos dados de sua participação, porém fica o registro de mais um clube no Acervo Futebolístico Pernambucano.

Sede do Clube – Foto: Google Maps
Real Independente em 2013 – Campeão da Copa Municipal


Campeonato Pernambucano Amador de 1968

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
10/02/2019

AGA – Associação Garanhuense de Atletismo (Garanhuns) América(S) – América Esporte Clube (Sertânia) Atlético de Gravatá – (Gravatá) Bancária – Associação Atlética Bancária (Arcoverde) Bonito – Associação Atlética Bonito (Bonito) Caiano – Centro Social Caiano (Petrolina) Central Barreiros – Associação Esportiva Central Barreiros (Barreiros) Comercial(P) – Comercial Esporte Clube (Pesqueira) Comércio(A) – (Arcoverde) Elmo – Elmo Esporte Clube (Jaboatão dos Guararapes) Esporte – Esporte Clube Vitória de Santo Antão (Vitória de Santo Antão) Estudantes – Estudantes Sport Club (Timbaúba) Gravataense – Centro Desportivo Gravataense (Gravatá) JET – Juventude Esportiva Timbauense (Timbaúba) Livramento – Livramento Futebol Clube (Vitória de Santo Antão) Locomoção – Locomoção Esporte Clube (Jaboatão dos Guararapes) Palmeiras de Petrolina – Palmeiras Esporte Clube (Petrolina) São João – (São João) São Paulo(I) – (Igarassu) União(AI) – Esporte Clube União (Afogados da Ingazeira) União Peixe – União Peixe Esporte Clube (Pesqueira) First Phase [Sep 29] Gravataense 1-1 Atlético de Gravatá União Peixe 1-0 Comercial(P) Comércio(A) 1-1 Bancária Locomoção 4-0 Elmo Caiano 2-1 Palmeiras de Petrolina AGA 5-0 São João JET 2-1 Estudantes Esporte 0-0 Livramento América(S) 2-2 União(AI) [Oct 06] Comércio(A) 2-1 Caiano Comercial(P) 2-2 Bonito Gravataense 2-2 União Peixe Locomoção 3-2 JET América(S) 0-3 AGA São João 1-1 União(AI) Central Barreiros 5-0 Livramento Palmeiras de Petrolina 7-0 Bancária [Oct 13] Esporte 2-5 União Peixe Elmo 1-1 São Paulo(I) São João 4-1 Bancária Comercial(P) 1-0 Livramento Central Barreiros 4-1 Bonito América(S) 0-0 Caiano Comércio(A) 3-4 AGA Palmeiras de Petrolina – União(AI) [?] [Oct 20] Comércio(A) 3-3 União(AI) América(S) 2-0 Bancária São João 2-1 Caiano Gravataense 1-0 Livramento Palmeiras de Petrolina 4-1 AGA Esporte 1-1 Bonito Central Barreiros 2-2 União Peixe São Paulo(I) 0-2 JET Estudantes 0-0 Elmo [Oct 27] AGA 3-1 América(S) [Nov 03] AGA 1-1 Comércio(A) Bonito 2-1 Central Barreiros União Peixe 3-1 Esporte Livramento 2-2 Comercial(P) Elmo 0-3 São Paulo(I) Caiano 4-1 América(S) Bancária 1-2 São João União(AI) 1-1 Palmeiras de Petrolina [Nov 17] AGA 1-2 São João Livramento 5-1 Esporte União Peixe 2-1 Comercial(P) Bonito WO-0 Gravataense União(AI) WO-0 América(S) Locomoção 3-0 Elmo Comércio(A) 2-1 Bancária Estudantes 3-0 JET [Nov 24] AGA 3-1 Palmeiras de Petrolina [Dec 01] AGA 4-1 União(AI) Livramento – União Peixe [?] Comercial(P) – Esporte [?] [Dec 08] Bancária 0-8 AGA [Dec 15] Elmo 3-2 JET AGA 6-0 Bancária Bonito 1-0 Livramento Comércio(A) WO-0 São João Estudantes 2-2 Locomoção Central Barreiros 2-3 Comercial(P) [Dec 21] São João 2-2 Palmeiras de Petrolina União(AI) 3-2 Bancária União Peixe 1-0 Bonito São Paulo(I) 1-4 Estudantes Esporte 0-0 Central Barreiros [Dec 22] Caiano 1-2 AGA [Dec 29] Bonito 2-1 União Peixe Estudantes WO-0 São Paulo(I) AGA 3-1 Caiano Central Barreiros 3-0 Esporte Palmeiras de Petrolina 2-2 São João União(AI) 5-0 Bancária [Jan 05 1969] União(AI) 3-5 AGA Standings

Group A
Pos Team PTS M W D L GF GA GD PTS/M W/M GF/M GA/J
1 AGA 23 14 11 1 2 49 18 31 1,643 0,786 3,500 1,286
2 São João 11 9 4 3 2 15 14 1 1,222 0,444 1,667 1,556
3 União(AI) 10 9 3 4 2 19 18 1 1,111 0,333 2,111 2,000
4 Comércio(A) 9 7 3 3 1 12 11 1 1,286 0,429 1,714 1,571
5 Palmeiras de Petrolina 7 7 2 3 2 18 11 7 1,000 0,286 2,571 1,571
6 Caiano 5 7 2 1 4 10 11 -1 0,714 0,286 1,429 1,571
7 América(S) 4 7 1 2 4 6 12 -6 0,571 0,143 0,857 1,714
8 Bancária 1 10 0 1 9 6 40 -34 0,100 0,000 0,600 4,000
Group B
Pos Team PTS M W D L GF GA GD PTS/M W/M GF/M GA/J
1 União Peixe 12 8 5 2 1 17 10 7 1,500 0,625 2,125 1,250
2 Bonito 10 8 4 2 2 9 10 -1 1,250 0,500 1,125 1,250
3 Central Barreiros 8 7 3 2 2 17 8 9 1,143 0,429 2,429 1,143
4 Comercial(P) 6 6 2 2 2 9 9 0 1,000 0,333 1,500 1,500
5 Gravataense 4 4 1 2 1 4 3 1 1,000 0,250 1,000 0,750
Livramento 4 7 1 2 4 7 11 -4 0,571 0,143 1,000 1,571
7 Esporte 3 7 0 3 4 5 17 -12 0,429 0,000 0,714 2,429
8 Atlético de Gravatá 1 1 0 1 0 1 1 0 1,000 0,000 1,000 1,000
Group C
Pos Team PTS M W D L GF GA GD PTS/M W/M GF/M GA/J
1 Estudantes 8 6 3 2 1 10 5 5 1,333 0,500 1,667 0,833
2 Locomoção 7 4 3 1 0 12 4 8 1,750 0,750 3,000 1,000
3 JET 4 5 2 0 3 8 10 -2 0,800 0,400 1,600 2,000
Elmo 4 6 1 2 3 4 13 -9 0,667 0,167 0,667 2,167
5 São Paulo(I) 3 5 1 1 3 5 7 -2 0,600 0,200 1,000 1,400

América de Sertânia e CD Gravataense desistiram da competição em 15/12. Classificados: Grupo A: AGA Grupo B: União Peixe Grupo C: Locomoção Second Phase – Triangular Final Locomoção 2-2 AGA AGA 1-0 União Peixe Locomoção 4-2 União Peixe AGA 1-0 Locomoção União Peixe 0-3 AGA (AGA champions) União Peixe – Locomoção (A partida pode ter sido cancelada) Standings

Pos Team PTS M W D L GF GA GD PTS/M W/M GF/M GA/J
1 AGA 7 4 3 1 0 7 2 5 1,750 0,750 1,750 0,500
2 Locomoção 3 3 1 1 1 6 5 1 1,000 0,333 2,000 1,667
3 União Peixe 0 3 0 0 3 2 8 -6 0,000 0,000 0,667 2,667

AGA Campeã Pernambucana de amadores de 1968

Arial Futebol Clube

Por Henrique Martins, Adm do Acervo Futebolístico Pernambucano
10/02/2019


Ficha do Clube
Nome
Arial Futebol Clube
Fundação
Junho de 1973
Cidade/Mesorregião
Triunfo – Sertão
Mascote
Galo de Campina
Status
Amador
Competição
Não participou de competições Oficiais
O Clube
História
O Aria Futebol Clube, é um time de futebol da sediado na cidade de Triunfo, no Sertão pernambucano.

Fundado em meados de 1973, o pequeno clube da Zona Rural de Triunfo jamais saiu do amadorismo futebolístico, sempre realizando amistosos com clubes locais e da região.

Mesmo sendo oficialmente fundado em 1973, a história do Arial FC remota de 1950, quando Dona Estella que era professora chegou na região da zona rural de Triunfo e ao trabalhar em uma escola local quis envolver os jovens na educação e no esporte também e este esporte foi o futebol, a principio o time era apenas para recreação e lazer dos jovens locais que perdurou até a década de 70 quando o clube foi oficialmente fundado.

Profª Estella
Uma das primeiras formações do Aria FC na década de 50
O Clube manda seus jogos no acanhado estádio da Arena Arial, de capacidade para apenas 450 torcedores sentados.


Em 2017 o clube estreou no Campeonato Triunfense de Futebol onde surpreendeu a todos e chegou na final da competição, sendo derrotado na final pelo placar de 3×2, depois de surpreender ano passado o clube foi convidado para participar novamente, porém os mesmo não estarão na competição este ano.

Durante o Campeonato de Triunfo no ano passado (2018) o Arial FC mandou seus jogos no principal estádio da cidade, o Centenário, de capacidade para 3.000 torcedores.

Estádio Centenário

Fotos Raras

Time do Arial na década de 80

Time do Arial em 1990

Time do Arial em 1998

Agradecimentos aos irmãos Clodoaldo Souza, ex-jogador e atual presidente patrimonial e Cleiton Souza Presidente financeiro do Arial FC.


Santa Cruz Futebol Clube do Carpina

Por Henrique Martins, Adm do Acervo Futebolístico Pernambucano
10/02/2019

Ficha do Clube
Nome
Santa Cruz Futebol Clube do Carpina
Fundação
15 de Novembro de 1954
Cidade/Mesorregião
Carpina – Zona da Mata
Mascote
Status
Social-Amador
Competição
Pernambucano 2ª divisão – 1995 (Última competição)
O Clube
História
O Santa Cruz Futebol Clube, é um clube de futebol sediado na cidade do Carpina.

Fundado em 15 de Novembro de 1954 por Edson Chagas, o clube sempre foi um dos mais tradicionais da esfera do futebol amador do estado de Pernambuco, principalmente na década de 70 e início dos anos 80, quando o clube chegou a participar de duas edições da Copa do Interior de Clubes, isso no ano de 1973 e 1981, chegando inclusive a ser vice-campeão no ano de 1973, perdendo a final para o time da AGA de Garanhuns.

Durante o começo da década de 80 o a cidade natal do Santa Cruz, Carpina se encontrou em uma grande crise no futebol local, onde o o tricolor carpinense  e outras equipes locais passavam por dificuldades o maior estádio local, o Osvaldo Freire estava em ruínas, onde muitas promessas politicas de recuperação foram feitas e nunca cumpridas, ao Santa Cruz também havia sido prometido uma sede para o clube, que devido a sua tradição, era um interiorano próximo da profissionalização no futebol.

Em um breve resumo a LCD estava gerindo mal o futebol local, onde todos os clubes filiados reclamavam da mesma, pela má gestão e o grande ápice das reclamações foi a não inclusão do Santa Cruz de Carpina, que era o clube mais tradicional e que levava mais público aos jogos, na Copa do Interior de clube do ano de 1980, onde a liga inscreveu o Condor de Nazaré da Mata para a competição.

E mesmo com todos esses problemas com a LCD o tricolor carpinense seguiu nas competições locais, conquistando inclusive alguns títulos, mais o maior ponto na história do Santa Cruz de Carpina foi em 1995.

Década de 90

No ano de 1995 o time do Santa Cruz do Carpina disputou pela primeira e única vez uma competição profissional, o Campeonato Pernambucano da 2ª divisão junto com Sete de Setembro de Garanhuns, Casa Caiada do Recife, Centro Limoeirense de Limoeiro, Íbis de Paulista e Ferroviário do Recife.

Contudo sua participação não foi muito boa, terminando na 5ª colocação no geral, confiram:

Santa Cruz de Carpina – 20 Jogos ( 5 Vitórias, 5 Empate e 10 derrotas, marcando 22 gols e sofrendo 23, ficando com um saldo de -1, e terminando na 5ª colocação no geral, na frente apenas do Íbis.

Depois dessa competição, o clube não retornou mais as competições profissionais no estado, permanecendo amador até os dias atuais.

Imagens e Fotos Raras

Time do Santa Cruz do Carpina na década de 70
Antigo Estádio Osvaldo Freire, propriedade do Santa Cruz  do Carpina, anos 70

Fontes: Diário de Pernambuco, Wikipédia, Facebook – Carpina, Capital da Mata Norte
Link da Matéria da Crise no futebol Carpinense em 1980 >>>> Clique Aqui <<<<
Agradecimentos a Sérgio Mello pela ajuda com as fotos e indicação da página no Facebook.

Clube Ferroviário do Recife

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
07/02/2019

Ficha do Clube
Nome
Clube Ferroviário do Recife
Fundação
17 de Março de 1928
Cidade/Mesorregião
Recife Capital
Mascote
Trem
Status
Social-Amador
Competição
Copa Pernambuco – 2009 (Última competição)
O Clube
História
O Clube Ferroviário do Recife, é um time de futebol sediado na capital pernambucana, durante muitas décadas foi um dos clubes mais tradicionais do estado

Fundado em 17 março de 1928 como Associação Athletica Great Western, que era a antiga companhia ferroviária do Nordeste brasileiro, e como Great Western o clube começou a vida no futebol nos campeonatos suburbanos do Recife, e entrou no campeonato pernambucano no ano de 1936 onde se totalizaram 14 participações no total, confiram suas colocações:

14 vezes: 1936 (8º lugar), 1937 (9º lugar), 1938 (6º lugar), 1940 (4º lugar), 1941 (4º lugar), 1942 (2º lugar), 1943 (5º lugar), 1944 (5º lugar), 1945 (5º lugar), 1946 (5º lugar), 1949 (4º lugar), 1952 (7º lugar), 1953 (6º lugar)  e 1954  (7º lugar).

Uma curiosidade sobre o Great Western é que o clube inicialmente era Rubro (vermelho), confiram seu 1º escudo:

Great Western/PE [BRA]
Escudo encontrado no site Futebol Nacional
 Não se sabe ao certo, mais o clube em determinado ano passou a ser tricolor, e levar consigo as cores do Fluminense do Rio, confiram seu 2º escudo:

Escudo encontrado no Blog A História do Futebol
O ano de 1954, foi o último do clube como Great Western pois a empresa encerrou suas atividades e passou a ser a Rede Ferroviária do Nordeste, e mais na frente a Rede Ferroviária Federal S/A.
Com isso o Great Western passou a se chamar de Clube Ferroviário do Recife, abaixo podemos ver o 1º escudo do Ferroviário do Recife:



Agora com o nome de Ferroviário, o clube continuou a participar do campeonato pernambucano da 1ª divisão, onde sua única ausência foi no ano de 1977, quando o clube participou do Torneio seletivo (2ª divisão).

Ainda na década de 70 o clube fez história em Pernambuco quando junto com o América do Recife participaram do Campeonato Brasileiro da 2ª divisão, isso la no ano de 1972, contudo o clube não conseguiu realizar boa campanha e terminou em 21º colocado, confiram:

Brasileirão 2ª divisão

1972 — 21º Colocado de 23 clubes participantes com 01 Vitória, 03 Empates e 04 Derrotas

Logo abaixo podemos conferir as colocações do Ferroviário, ao longo de suas 39 participações no estadual (como Ferroviário).

1955 – 6º, 1956 – 5º, 1957 – 5º, 1958 – 5º, 1959 – 4º, 1960 – 4º, 1961 – 5º, 1962 – 5º, 1963 – 7º, 1964 – 7º, 1965 – 7º, 1966 – 6º, 1967 – 6º, 1968 – 6º, 1969 – 7º, 1970 – 7º, 1971 – 7º, 1972 – 6º, 1973 – 5º, 1974 – 4º, 1975 – 6º, 1976 – 5º, 1978 – 5º, 1979 (8º), 1980 – 9º, 1981 – 8º, 1982 – 9º, 1983 – 9º, 1984 – 9º, 1985 – 7º, 1986 – 9º, 1987 – 10º, 1988 – 9º 1989 – 10º, 1990 – 11º, 1991 – 7º, 1992 – SD, 1993 – 10º, 1994 – 15º e rebaixado.

Já pelo estadual da 2ª divisão, o clube já demonstrava que não teria mais forças para voltar a figurar entre os clubes mais fortes do estado, onde em 09 participações chegou perto de subir apenas em 1995 e 1999, quando alcançou o 3º lugar da competição, confiram as participações do Ferroviário do Recife na segundona estadual.

1977 – 2º, 1995 – 3º, 1996 – SD, 1997 – 8º, 1998 – 9º, 1999 – 3º, 2000 – 6º, 2002 – 14º, 2008 – 7º.

Declínio do Ferrim da Capital

O retrospecto do time já não era mais o mesmo, e com isso, o clube começou a se afundar cada vez mais com problemas financeiros, e sempre procurando cidades, que pudessem recebe-lo para disputar as competições, e com isso o clube já não tinha mais patrocínios, e com isso o tradicional clube da capital pernambucana foi se retirando aos poucos do cenário profissional do futebol, tendo suas atividades esportivas profissionais encerradas no ano de 2008, quando disputou sua última competição oficial, a extinta Copa Pernambuco.

Durante o período de atividade no futebol profissional, o clube utilizava os estádios do “Trio de Ferro” da capital pernambucana (Aflitos, Ilha do Retiro e Arruda), porém com a proibição da utilização dos mesmos por mais de uma equipe, o “Ferrim” passou a mandar seus jogos em 5 municípios diferentes: Ipojuca (Estádio Antônio Dourado), Igarassu (Estádio Alfredo Bandeira de Melo), Brejo da Madre de Deus (Estádio Municipal Valdomiro Silva), Lagoa de Itaenga (Estádio Valter Dantas Caldeira) e Limoeiro (Estádio José Vareda), estes últimos já nas 2 últimas participações do clube na Copa Pernambuco.

Algumas Imagens

Sede do Clube, no Bairro de Afogados – Recife
Time do Ferroviário, no ano de 1971
Um fato curioso é que em algum momento da história o clube chegou a se chamar Ferroviário Esporte Clube do Recife, porém em nossas pesquisas não encontramos nenhuma menção deste no ao clube.

Fontes: Diário de Pernambuco, Futebol Nacional, Blog a História do Futebol, Bola Na Área e Wikipédia