Arquivo mensal: maio 2018

Manchete Futebol Clube do Recife

Postado Por Henrique Martins Feitosa
Blogueiro, Administrador e Gestor de RH
29/05/2018 – Cabo de Santo Agostinho
Base para matéria: Rsssf Brasil, Cacellain – A história do futebol, Blog Dentro e Fora de Campo

Nota: Escudos do Vovozinhas e Santo Amaro redesenhados por Sérgio Mello do Blog a história do Futebol

No dia 1° de janeiro de 1950 era fundada em Recife a Associação Atlética das Vovozinhas, clube que permaneceria na condição de amador até o ano de 1965.



Em 1966 o clube muda seu nome para Associação Atlética Santo Amaro e se profissionaliza a fim de disputar o campeonato estadual. Durante quase três décadas o Santo Amaro dividiu com o famoso Íbis Sport Club as piores campanhas do certame pernambucano. Mas certamente pode se orgulhar (ou não) de ter sido um pouco melhor do que o folclórico Pássaro Preto. Digo isto pelo fato de que o Santo Amaro teve um momento de glória: a conquista do vice-campeonato da 3° divisão do futebol brasileiro, em 1981. Perdeu o título na final disputada em dois jogos contra o Olaria, do Rio de Janeiro.



Com dificuldades para se manter no profissionalismo, os dirigentes do Santo Amaro optaram por vendê-lo a um empresário dono de uma rede de farmácias, que aproveitou a ocasião para associar diretamente a marca da empresa ao clube. Foi assim que surgiu, em 1994, Associação Atlética Casa Caiada.



Logo no ano seguinte, 1995, o clube acabaria sendo novamente vendido, e desta vez mudaria seu nome para Recife Futebol Clube. No entanto, por mais paradoxal que possa parecer, acabaria tendo sua sede mudada para a cidade de Goiana, fronteira com a Paraíba, localizada na Zona da Mata Norte do estado. Algum tempo depois, não lembro o ano exatamente, o Recife mudaria de cidade mais uma vez, desta vez para Timbaúba, a convite da prefeitura local, que prometera mais apoio financeiro e estrutural ao clube.

O Recife Futebol Clube tinha o vermelho e o branco como cores de seu uniforme, e o mascote era o Coelho.



A trajetória até certo ponto brilhante do Recife, que incluiu a conquista de quatro Copas Pernambuco (1996, 1997, 2000 e 2002), duraria até 2004. 

Uma crise financeira do clube o levou a mudar de nome e cidade novamente. Batizado de Manchete Futebol Clube do Recife em 2005, o clube disputaria o Pernambucano daquele ano como representante de Paulista, município importante da Região Metropolitana do Recife.

Devido à pífia campanha do time no campeonato , o Manchete não conquistou a população paulistana, nem conseguiu manter o apoio da prefeitura para que continuasse a funcionar. 

O clube ainda chegou a disputar os campeonato da segunda divisão estadual nos anos de 2006 e 2008, mais em ambos não conseguiu passar da 1ª fase e desde então está licenciado de competições oficiais de Pernambuco.

Histórico em competições oficiais

Campeonato Brasileiro terceira divisão

Ano
Posição
1981

Campeonato Pernambucano 1ª divisão

Ano
Posição
Ano
Posição
Ano
Posição
1966
1980
1993
1967
1981
1994
13º
1968
1982
10º
1997
1969
1983
1998
1970
1984
11º
1999
1972
1985
11º
2000
1973
1986
11º
2001
1974
1987
2002
1975
1988
2003
1976
1989
2004
1978
1990
2005
10º
1979
1991

Campeonato Pernambucano 2ª divisão

Ano
Posição
1977
1995
1996
S/I
2006
20º
2008
13º

Copa Pernambuco

Ano
Posição
1995
S/I
1996
1997
1998
S/I
1999
S/I
2000
2002
2004

Títulos
  • 04 Copas Pernambuco
  • 02 Torneios Incentivo de Pernambuco

Linha do Tempo com os escudos utilizados



Algumas fotos

Time do Santo Amaro no ano de 1966

Time do Santo Amaro na Década de 80
Time do Santo Amaro de 1981 – Vice Campeão Brasileiro da 3ª divisão
Ficha do Clube

Nome: Manchete Futebol Clube do Recife
Fundação: 01 de Janeiro de 1950
Cidade: Recife – Capital
Estádio: Mandava em outros estádios e cidades
Status: Licenciado
Publicidade

Campeonato Pernambucano de 1915

Postado Por Henrique Martins Feitosa
Blogueiro, Administrador e Gestor de RH
28/05/2018 – Cabo de Santo Agostinho
Base para matéria: Rsssf Brasil, Cacellain – A História do Futebol

Em 1915 foi criado o Campeonato Pernambucano de Futebol, com a participação de cinco equipes. O primeiro campeão estadual foi o Sport Club Flamengo. Deste ano e até 1936, apenas clubes do Recife disputaram o campeonato.

Confira a tabela da competição:

Fonte: "Campeonato Pernambucano - 1915 a 1970", book written by 
Carlos Celso Cordeiro e Luciano Guedes Cordeiro.

01/08/15 Santa Cruz 1-0 Colligação SR
08/08/15 Torre 2-0 América-PE
15/08/15 Flamengo (RE) 2-1 CS Peres
29/08/15 América-PE - Colligação SR   (América won)
05/09/15 Santa Cruz 0-0 Torre
07/09/15 Flamengo (RE) 3-0 Colligação SR
19/09/15 Santa Cruz 0-0 Flamengo (RE)
26/09/15 CS Peres - Colligação SR (Peres won)
03/10/15 Torre - CS Peres (Torre won)
10/10/15 Torre - Colligação SR   (Torre won)
10/10/15 Santa Cruz 4-0 América-PE
17/10/15 América-PE - CS Peres (drew)
17/10/15 Flamengo (RE) 1-1 Torre
27/10/15 Flamengo (RE) - América-PE (Flamengo won)
31/10/15 Santa Cruz 3-0 CS Peres

                          P   G   W   D   L  GF  GA  GD
1. Santa Cruz 8 5 3 2 0 8 0 8
2. Flamengo (RE) 8 5 3 2 0 6 2 4
3. Torre 8 5 3 2 0 3 1 2
--------------------------------------------------------
4. CS Peres 3 5 1 1 3 1 5 -4
5. América-PE 3 5 1 1 3 0 6 -6
6. Colligação SR 0 5 0 0 5 0 4 -4

Triangular final do campeonato

28/11/15 Santa Cruz 5-0 Torre
05/12/15 Flamengo (RE) 6-2 Santa Cruz
12/12/15 Flamengo (RE) 3-1 Torre

                          P   G   W   D   L  GF  GA  GD
1. Flamengo (RE) 4 2 2 0 0 9 3 6
--------------------------------------------------------
2. Santa Cruz 2 2 1 0 1 7 6 1
3. Torre 0 2 0 0 2 1 8 -7

Flamengo is state champions of 1915.

Author: Ricardo Brito (ricardowflu@zipmail.com.br)

Serrano Futebol Clube

Postado Por Henrique Martins Feitosa
Blogueiro, Administrador e Gestor de RH
27/05/2018 – Cabo de Santo Agostinho
Base para matéria: Blog Serrano Futebol Clube, Wikipédia

O Clube


O Serrano Futebol Clube é um clube brasileiro de futebol, sediado na cidade de Serra Talhada, em Pernambuco. Fundado em 1 de outubro de 1983, é da mesma cidade de Virgulino Ferreira da Silva, o célebre cangaceiro Lampião. Inicialmente, era um clube amador.
Fundado em 1982 primeiramente como Internacional Esporte Clube, foi fundado por funcionários do Servilar Supermercados Ltda, hoje, Pajeú Nordeste. A maioria de seus atletas trabalhavam durante o dia, e 03 vezes por semana as 04:30 horas da manhã, treinavam no Centro Esportivo Luiza Kerlhe.

Time do Internacional Esporte Clube em 1982 – Foto: Blog Serrano Futebol Clube

Em 1983 nascia, então, o SERRANO no qual disputou todos os campeonatos de futebol de campo amador, promovido pela Liga Desportiva Serra-talhadense, organizados pelo então Presidente na época Arcelino José. 

Em 1986 o seu fundador, Rômulo Leão, idealizou profissionaliza-lo pela primeira vez após o fim do Comercial Esporte Clube, com apóio do professor Gerson Silva e mais alguns amigos. Montou uma das melhores equipes já vista em Serra Talhada. Disputou algumas partidas amistosas em preparativos, com o ESTUDANTES de Timbaúba e o CSA de Alagoas. Mais por falta de apóio não foi viabilizado o sonho. Continuou a disputar os campeonatos amadores locais e regionais. 

Time do Serrano em 1986, na primeira tentativa de profissionalização – Foto: Blog Serrano Futebol Clube

Em 1995 Rômulo teve a grata felicidade de ser chamado a Federação Pernambucana de Futebol pelo então, na época, o Dr Carlos Alberto Oliveira (in memorian), para que Serra Talhada voltasse a ter um clube profissional e, ai não pensou duas vezes colocou o SERRANO e Serra Talhada de volta as competições realizadas pela FPF. Primeiro com a Copa Pernambuco em 1996 e depois no Campeonato Pernambucano da 2ª Divisão em 1997 juntamente com outros dirigentes no comando, como: Altemar Bezerra(tema), Carlos Antonio, Wilians(dinho delegado), em seguida Zé Raimundo, Faeca, Pio, Gilvan Costa, Dr Jaldecir, entre outros. 

Time do Serrano em 1996 em disputa pela Copa Pernambuco – Foto: Blog Serrano Futebol Clube
O clube notabilizou-se em 2005, quando tornou-se o único time a derrotar o Sport Recife (que viria a ser o campeão daquele ano) tanto em Serra Talhada como na Ilha do Retiro.

O Jumento de Aço do sertão está voltando ao cenário do futebol profissional depois de quase 04 anos parado, já foi inclusive apresentado os uniformes que serão utilizados na competição este ano.

O Estádio

Manda seus jogos no Estádio Nildo Pereira de Menezes, o “Pereirão”, com capacidade para receber 7.000 torcedores, atualmente passa por reformas e na melhoria de estrutura para receber os jogos da série A2 de 2018.

Estádio Pereirão
Pereirão está sendo reformado (Foto: Divulgação / Assessoria)
Pereirão em Reforma
O projeto da reforma inclui a recuperação total do gramado, mudança de localização das cabines de imprensa, requalificação dos vestiários, pintura interna e externa, implantação de um sistema de reúso de água, além de outras melhorias que vão garantir melhor usabilidade e manutenção do espaço. 


Histórico em Competições Oficiais


Campeonato Brasileiro Série C

Ano
Posição
2005
43º


Pernambucano 1ª divisão

Ano
Posição
2004
2005
2006
2007
2008
2009
11º

Pernambucano 2ª divisão

Ano
Posição
1997
1998
2000
2001
2003
2013
11º
2015
12º


Copa Pernambuco

Ano
Posição
1996
S/D


Linha do Tempo dos escudos utilizados


Algumas Fotos

Serrano em 1995, ultimo time amador do clube – Foto: Blog Serrano Futebol Clube
Serrano em 1997 – Segunda divisão estadual – Foto: Blog Serrano Futebol Clube

Serrano em 2001 – Foto: Blog Serrano Futebol Clube

Serrano em 2003 – Foto: Blog Serrano Futebol Clube

Serrano em 2007 – Foto: Blog Serrano Futebol Clube

Serrano em 2013 – Foto: Blog Serrano Futebol Clube

Sete de Setembro Esporte Clube

Postado Por Henrique Martins Feitosa
Blogueiro, Administrador e Gestor de RH
26/05/2018 – Cabo de Santo Agostinho
Base para matéria: Wikipédia, Dblog, Página do Clube (Facebook), Esportesnewsdr



O Sete de Setembro Esporte Clube é um clube de futebol brasileiro. Sua sede fica na cidade de Garanhuns, no estado de Pernambuco.

Como o nome indica, o Sete de Setembro foi fundado no dia 7 de setembro de 1950, por um grupo de desportistas de Garanhuns, e logo veio a se sobressair ante os rivais locais, chegando a ser hexacampeão de Garanhuns. Também nessa época, em partida amistosa chegou a vencer a mais forte equipe já formada pelo Náutico, então pentacampeão pernambucano, por 3×0 em fevereiro de 1968, sendo sua mais importante vitória ainda como amador. Em 1982 o time se profissionalizou e disputou o Campeonato Pernambucano da 1ª divisão pela primeira vez em sua história.

Participações em Competições Oficiais
Campeonato Pernambucano 1ª divisão

Ano
Posição
1982
1983
1984
1985
1986
1987
1988
1989
1990
1991
1992
10º
1993
11º
1994
11º
2008
10º
2009
10º
2010
12º


Campeonato Pernambucano 2ª divisão

Ano
Posição
1995
1998
1999
2000
10º
2001
2002
2004
14º
2005
2006
2007
2012
11º
2013
11º
2014
15º
2017
2018
A maior conquista Setembrina na Esfera Profissional

O ano era 1995, e a competição era a 2ª edição da Segunda divisão estadual, no total de 06 equipes na competição e 20 jogos no total o time conseguiu obter 14 vitórias, 5 empates e apenas 1 derrota, confira o artigo do antigo jornal A Gazeta sobre a conquista do clube.

Artigo do jornal A Gazeta

O Estádio

Seu estádio se chama oficialmente Marco Antônio Maciel, mas é mais conhecido como Gigante do Agreste, e tem a capacidade para 9.000 pessoas.

Estádio Gigante do Agreste, em partida válida pela Série A2 de 2017
Linha do Tempo dos escudos utilizados


Algumas Fotos

Imagem do álbum de figurinhas do campeonato pernambucano de 1988
Time de Futsal do Sete de Setembro em 2012 – Foto: Blog do Tiago Valença
Time Campeão da segunda divisão de 1995 do Sete de Setembro – Foto: Esportesnewsdr

A imagem pode conter: 12 pessoas, pessoas sorrindo, estádio e atividades ao ar livre
Time do Sete de Setembro pela Série A2 de 2017 – Foto Página do Clube no Facebook
Ficha do Clube
Nome  Sete de Setembro Esporte Clube
Fundação  07 de Setembro de 1950
Cidade  Garanhuns – Agreste
Estádio  Gigante do Agreste – 9.000
Status  Profissional, base e feminino

Torneio Seletivo de Pernambuco (Segunda Divisão de 1977)

Postado Por Henrique Martins Feitosa
Blogueiro, Administrador e Gestor de RH
26/05/2018 – Cabo de Santo Agostinho
Base para matéria: Rsssf Brasil, Wikipédia, Cacellain – A História do Futebol

Apesar de ser considerado Série A2 esse torneio em sua 1ª edição não deu acesso a nenhuma equipe participante a Serie A1 do ano seguinte, esse torneio foi feito apenas para as equipes excluídas (Que não tinham condição de participar da Série A1) da Série A1 de 1977. Apesar de no ano seguinte o Ferroviário ter participado da Série A1 de 1978 ele não conseguiu a vaga através da Série A2 mas sim pela inscrição dele no torneio. Antigamente qualquer equipe de Pernambuco podia se inscrever na Série A1 para participar do torneio, desde que tivesse condição para arca com os custos de viagens de todos os jogadores inscritos na competição.

O primeiro Campeonato Pernambucano Série A2 que deu acesso ao Campeonato Pernambucano Série A1 foi o Campeonato Pernambucano Série A2 de 1995.

Tabela:

28. 8.77
Central Barreiros 0-1 Ferroviário
A.G.A. 3-0 Independente
União Peixe 3-2 Íbis
DR-5 1-0 Santo Amaro
Maguari 3-2 Flamengo
4. 9.77
DR-5 1-2 Ferroviário
Central Barreiros 1-3 Íbis
União Peixe 1-1 Maguari
Flamengo 0-1 A.G.A.
Independente 2-0 Santo Amaro
7. 9.77
DR-5 1-1 Íbis
Central Barreiros 0-4 Maguari
A.G.A. 0-1 União Peixe
Flamengo 3-0 Independente
Ferroviário 2-0 Santo Amaro
11. 9.77
Maguari 2-0 DR-5
A.G.A. 7-1 Central Barreiros
União Peixe 2-1 Independente
Flamengo 0-0 Santo Amaro
Ferroviário 2-0 Íbis
17. 9.77
Santo Amaro 0-0 Íbis
18. 9.77
DR-5 2-0 A.G.A.
Independente 3-1 Central Barreiros
União Peixe 1-1 Flamengo
Maguari 2-0 Ferroviário
25. 9.77
DR-5 2-0 Independente
Central Barreiros 2-2 Flamengo
União Peixe 2-2 Santo Amaro
A.G.A. 0-1 Ferroviário
Maguari 3-2 Íbis
2.10.77
DR-5 1-3 Flamengo
Central Barreiros 2-3 União Peixe
Maguari 1-1 Santo Amaro
Independente 0-0 Ferroviário
A.G.A. 2-1 Íbis
9.10.77
DR-5 0-2 União Peixe
Central Barreiros 1-3 Santo Amaro
Flamengo 0-2 Ferroviário
Independente 1-1 Íbis
A.G.A. 0-1 Maguari
16.10.77
DR-5 1-0 Central Barreiros
A.G.A. 1-1 Santo Amaro
União Peixe 1-1 Ferroviário
Flamengo 2-0 Íbis
Maguari 0-1 Independente

1.Maguari 9 6 2 1 17- 7 14
2.Ferroviário 9 6 2 1 11- 4 14
3.União Peixe 9 5 4 0 16-10 14
4.A.G.A. 9 4 1 4 14- 8 9
5.Flamengo 9 3 3 3 13-10 9
6.DR-5 9 4 1 4 9-10 9
7.Independente 9 3 2 4 8-12 8
8.Santo Amaro 9 1 5 3 7-10 7
9.Íbis 9 1 3 5 10-15 5
10.Central Barreiros 9 0 1 8 8-27 1

Associação Atlética Maguari (Bonito) Campeão Pernambucano da segunda divisão 1977.

Imagens

Resultado de imagem para Campeonato Pernambucano 1977 segunda divisão
Recorte: Cacellain a história do Futebol

Clube Atlético Pernambucano

Postado Por Henrique Martins Feitosa
Blogueiro, Administrador e Gestor de RH
25/05/2018 – Cabo de Santo Agostinho
Base para matéria: Cacellain – A História do Futebol, Wikipédia
Escudo Redesenhado por Sérgio Mello do Cacellain




O Clube Atlético Pernambucano é uma agremiação da cidade de Carpina (PE). Fundado na quarta-feira, do dia 08 de Março de 2006, com o nome de Clube Atlético Vicência, no Município de Vidência. Participou de duas edições do Campeonato Pernambucano da Série A2 (2ª Divisão), em 2006 e 2007. Terminando em ambas na 7ª colocação.

Em 2008, mudou de cidade e alterou o nome para Clube Atlético Pernambucano. A sua Sede fica localizado na Rodovia PE-90 Km 17, no Bairro da Fazenda Santo Antônio, em Carpina. O Atlético Pernambucano manda os seus jogos no Estádio Municipal Paulo Pessoa Cavalcanti Petribú, com capacidade para 3.500 pessoas.

No mesmo ano em que mudou de nome, o Atlético Pernambucano chegou na decisão da Copa Pernambuco de 2008, perdendo o título para o Santa Cruz. No jogo de ida da final, em Carpina, um empate sem gols. Na partida decisiva, no Estádio do Arruda, em Recife, o Atlético foi derrotado pelo placar de 4 a 0. Na segunda edição, em 2009, o clube terminou em 13º lugar.

No Campeonato Pernambucano da Série A2 (2ª Divisão), disputou as edições de 2008 (5º lugar);  2009 (6ª posição); 2012 (15ª colocação). Finalmente, em 2014 ficou com o vice-campeonato, conquistando, assim, o inédito acesso para a Elite do futebol de Pernambuco.

Debutou no Campeonato Pernambucano da Série 12 (1ª Divisão), em 2015, ficando na 9ª colocação. Em 2016, ficou na 7ª posição. Em 2017, viveu emoções distintas. Se por uma lado estreou no Campeonato Brasileiro da Série D (terminando na 47ª posição), por outro, acabou fazendo uma péssima campanha no Estadual, ficando em 11º e penúltimo colocado, sendo rebaixado para o Campeonato Pernambucano da Série A2 (2ª Divisão), em 2018.

Desempenho em Competições

Campeonato Brasileiro- Série D

Ano Posição
2017 47º

Campeonato Pernambucano – 1ª Divisão

Ano Posição
2015
2016
2017 11º

Campeonato Pernambucano – 2ª Divisão

Ano Posição
2006 7º *
2007 7º *
2008
2009
2012 15º
2013 ausente
2014
Obs: Disputou o campeonato como Clube Atlético de Vicência

Copa PE

Ano Posição
2008
2009 13º
Para 2018, o clube não anunciou oficialmente(ainda) porém rumores apontam que o mesmo estará licenciado das competições profissionais e também da base neste ano ficando de fora da Série A2 e dos campeonatos pernambucanos da categoria.

Linha do Tempo dos escudos utilizados


Algumas fotos

Atlético Pernambucano em 2014 – Foto Folha de Limoeiro
Atlético de Vicência em 2006 – Foto: Orlando Lacanna/Blog Jogos Perdidos


Ficha do Clube
Nome  Clube Atlético Pernambucano
Fundação  08 de Março de 2006
Cidade  Carpina – Zona da Mata
Estádio  Municipal de Carpina – 3.500
Status Licenciado

Belo Jardim Futebol Clube

Postado Por Henrique Martins Feitosa
Blogueiro, Administrador e Gestor de RH
25/05/2018 – Cabo de Santo Agostinho
Base para matéria: Wikipédia

O Belo Jardim Futebol Clube é um clube de futebol brasileiro da cidade de Belo Jardim, no estado de Pernambuco. Fundado em 18 de janeiro de 2005 pelo então deputado José Mendonça Bezerra.
Manda os seus jogos no Mendonção (ou Vila Olímpica do Sesc) um estádio pequeno e bem cuidado, com capacidade para 5.230 espectadores. As cores do clube são verde e branco. Disputou o Campeonato Pernambucano de Futebol de 2007, sendo rebaixado.
Estádio Sesc Mendonção será o local do jogo (Foto: Maicon Patliny / Assessoria Belo Jardim)
Em 2011 o time ficou um 2º lugar e conseguiu o acesso a primeira divisão em 2012, ano em que se manteve na elite, conseguindo vencer até o Náutico pelo placar de 2×0 no estádio Mendonção lotado.
Em 2013 fez uma bela campanha e conseguiu o 3º lugar no primeiro turno da Série A1. Mas, no mesmo ano, foi rebaixado para a segunda divisão.
No ano de 2014 a primeira divisão passou muito perto da equipe do “Calango do Agreste”, mas na disputa de pênaltis o Belo Jardim não foi feliz, tendo que aguardar a edição de 2015 da Segunda Divisão estadual.
No dia 15 de Novembro, o calango enfrentou o Barreiros no estádio Mendonção. O placar do jogo foi 3 a 3. Raniel marcou o gol do acesso, aos 50 minutos do segundo tempo.
Já classificado para a primeira divisão em 2016, o Belo jardim foi até a cidade de Vitória de Santo Antão, enfrentar o time da casa numa partida que valia o título do campeonato. O placar foi 1 a 0, gol de Eduardo Erê. Consagrando o Calango do Agreste campeão Pernambucano sub-23 2015. O primeiro título de sua história.
Em 2017, o clube terminou a 1ª fase do Campeonato Pernambucano da Série A1 na vice-liderança, conseguindo assim classificação para a disputa do hexagonal do título. Além disso, o Calango também conquistou uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série D 2018. Nesta temporada, o clube está mandando seus jogos no Estádio Antônio Inácio de Souza (Vera Cruz), em Caruaru, a 50 Km de Belo Jardim. Isso se deve ao estado do gramado do Estádio Sesc/Mendonção, em Belo Jardim, que foi completamente destruído devido a estiagem prolongada que afeta o município.
Títulos

Campeonato Pernambucano Série A2 – 2015

Desempenho nas competições

Série D

2018   Eliminado na 1ª fase

Pernambucano 1ª divisão
Ano Posição
2007 10º (Lanterna e Rebaixado)
2012
2013 8º (rebaixado)
2016
2017 5º (série D)
2018 11º (Lanterna e Rebaixado)

Pernambucano 2ª divisão
Ano Posição
2005 15º
2006 (Promovido)
2008
2009
2010
2011 (Promovido)
2015 (Promovido)
2019 á disputar
Copa Pernambuco
Ano Posição
2005
2006 16º (Lanterna)

Ficha do Clube
Nome  Belo Jardim Futebol Clube
Fundação  18 de Janeiro de 2005
Cidade  Belo Jardim – Agreste
Estádio  SESC – 5.500
Status Profissional