Arquivo mensal: março 2019

Cruzeiro Esporte Clube de Pesqueira

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
29 de março de 2019

Ficha do Clube
Nome
Cruzeiro Esporte Clube
Fundação
08 de março de 1938
Localização
Pesqueira – Agreste
Mascote
???
Status
Desativado
Competição
Não disputa competições atualmente
O Clube

O Cruzeiro Esporte Clube, foi um time de futebol sediado na cidade de Pesqueira, no Agreste pernambucano, fundado em 08 de março de 1938, o clube passou quase 30 anos desativado entre 1939 a 1968, ano em que foi reorganizado.

Em sua história o clube esteve presente em apenas uma competição a nível estadual, a Copa Eraldo Gueiros de 1973, onde o mesmo caiu em um grupo bastante complicado que foi o 03, confira seus participantes:

AGA de Garanhuns;
Portuguesa de Caruaru;
Livramento de Vitória de Santo Antão;
Estudantes de Sertânia;

Em nossas pesquisas, conseguimos encontrar alguns resultados do Cruzeiro de Pesqueira, confiram:

1º Turno
Portuguesa   1×1    Cruzeiro – Antônio Inácio de Souza
Livramento   6×0   Cruzeiro – Campo do Dique
AGA             3×2   Cruzeiro Gerson Emery
Cruzeiro       ???    Estudantes – Joaquim de Brito
2º Turno
Cruzeiro       0x3   Portuguesa – Joaquim de Brito
Cruzeiro       ???    Livramento – Joaquim de Brito
Cruzeiro       1×3    AGA – Joaquim de Brito
Estudantes   ???    Cruzeiro – Odilon Ferreira

Mesmo faltando alguns resultados, já percebemos que o clube foi eliminado na primeira fase, e logo após o termino da competição o clube voltou as atenções para o campeonato local de Pesqueira.

O clube atualmente encontra-se desativado.

Flâmula do Cruzeiro de Pesqueira – 1968
Fontes: Diário de Pernambuco, Jogadores de Pesqueira, Blog a História do Futebol.

Publicidade

Comercial Esporte Clube de Serra Talhada

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
14 de março de 2019

Ficha do Clube
Nome
Comercial Esporte Clube
Fundação
13 de março de 1973
Localização
Serra Talhada – Sertão
Mascote
???
Status
Desativado
Competição
Não disputa competições atualmente
O Clube

O Comercial Esporte Clube foi um clube de futebol sediado na cidade de Serra Talhada, no Sertão pernambucano. Fundado em 13 de março de 1973, o time teve o orgulho de ter sido o primeiro clube do Sertão pernambucano a se profissionalizar no futebol do estado.

Imagem relacionada
Time do Comercial na década de 70 – Foto: Blog Esportes News

O clube nasceu quando o estádio Nildo Pereira de Menezes, o popular Pereirão estava sendo construído, e antes de sua profissionalização o clube já tinha disputado a Copa Eraldo Gueiros (Copa do Interior de Clubes) no mesmo ano em que foi fundado, o Comercial caiu no complicado grupo 01 juntamente com:

C.A. Salgueirense de Salgueiro >>> Clube que viria ser o atual Salgueiro;
Independente A.C de Garanhuns;
Eutrópio Freire E.C. de Arcoverde;
União Peixe E.C de Pesqueira;

Em nossas Pesquisas conseguimos encontrar alguns resultados do Comercial de Serra Talhada na competição, confiram:

1º turno
União Peixe         1×1   Comercial – Joaquim de Brito – Pesqueira
Comercial           2×0   Eutrópio Freire – Pereirão – Serra Talhada
Salgueirense       0x2  Comercial – Cornélio de Barros – Salgueiro
Independente     ???   ComercialGerson Emery – Garanhuns
2º turno
Comercial           2×0   União Peixe – Pereirão – Serra Talhada
Eutrópio Freire   ???   ComercialSouto Maior – Arcoverde
Comercial       0x0   Salgueirense – Pereirão – Serra Talhada
Comercial       2×0    Independente – Pereirão – Serra Talhada

O time do Comercial fez uma excelente campanha em seu grupo, chegando inclusive a se classificar, porém o clube foi denunciado pelo União Peixe (2º colocado) sob acusação escalação de jogador irregular na 1ª partida quando o resultado foi em 1×1, com isso o alvirrubro do sertão perdeu o ponto da partida e foi eliminado da competição ainda na 1ª fase.

Logo após a eliminação na Copa do interior o clube participou do torneio integração denominado de Taça Augusto Lucena, onde a Federação Pernambucana de Futebol, visava a a integração dos clubes do interior com os da capital, onde poderiam surgir novos clubes profissionalizados, participaram da competição três clubes da capital (América, Ferroviário do Recife e Íbis (mandava seus jogos no Recife) e três do Interior, Atlético Salgueirense de Salgueiro, Central de Caruaru e o Comercial de Serra Talhada, o Comercial finalizou a competição na 4ª colocação.

A imagem pode conter: 10 pessoas, texto
Time do Comercial em 1974 – Foto Gilmar Farias (Facebook)



Profissionalização e Pernambucano

No ano de 1980, o time do Comercial de Serra Talhada, conseguiu reunir toda documentação necessária para a sua profissionalização e assim logo no mesmo ano o Alvirrubro do Sertão entrou no campeonato pernambucano, realizando uma campanha  de mediana para fraca nas três edições em que participou, confiram:

Comercial de Serra Talhada 1980 J = 28, P = 16, V = 5, E = 6, D = 17, SG = -28, encerrando a competição na 7ª posição de 10 clubes;
Comercial de Serra Talhada 1981 – J = 23, P = 16, V = 6, E = 4, D = 13, SG = -15, encerrando a competição na 6ª posição de 9 clubes;
Comercial de Serra Talhada 1982 – J = 27, P = 20, V = 8, E = 4, D = 15, SG = -11, encerrando a competição na 6ª posição de 9 clubes;

Time do Comercial em 1980 – Foto: Revista Clássico.com (Facebook)


Comercial fecha as portas

O ano de 1983, não começou muito bem para o Comercial, pois o clube havia sido eliminado logo na 1ª partida do torneio incentivo o que colocava sua participação no estadual como dúvida, pois o clube começou a se ver sem apoio local, mesmo com as entidades politicas garantindo a participação do clube no certame de 83.

Com isso podemos notar que os problemas atuais com os clubes do interior não vem de hoje, pois o time do Comercial de Serra Talhada sofreu o mesmo golpe, pois o seu falecimento no futebol se veio por causa de brigas políticas, onde o clube era presidido por uma força que fazia oposição a atual prefeitura e que não tinha condições de tocar o clube sozinho.

Porém a desistência do clube foi repentina, visto que até poucos dias antes da tabela ser confeccionada o presidente do clube garantia que o Comercial estaria no campeonato, porém o clube foi retirado do estadual por um secretário do então prefeito que era de uma legenda oposta a legenda de que fazia parte o então presidente do Comercial, Francisco de Assis.

Assim publicou o Diário de Pernambuco do 10 de maio de 1983

“Na realidade ocorreu uma deserção, a do Comercial, da Serra Talhada, que não contou com o apoio do torcedor local e das suas vizinhanças, como uma forma sadia de lazer, bem como não despontou o interesse dos chefes ou caciques políticos locais, um fato quase corriqueiro neste Nordeste velho, sofrido de tantos problemas.”

O clube parou suas atividades oficialmente no final de 1983, ficando como uma boa lembrança para aqueles que acompanharam as aventuras do primeiro clube do sertão pernambucano a se profissionalizar no estado.

Rumores

Alguns rumores que circulam em grupos de WhatApp apontam que um grupo de empresários estão dispostos a trazer o Comercial de Serra Talhada de volta a ativa, vide que a FPF no ano passado anunciou a 3ª divisão estadual para 2019 ou 2020, mais tudo não passa de rumor.


Fontes:  Diário de Pernambuco, Futebol Nacional e Rsssf Brasil

CIT Futebol Clube

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
12 de março de 2019

Ficha do Clube
Nome
CIT Futebol Clube
Fundação
25 de março de 1973
Localização
Igarassu – Região Metropolitana do Recife
Mascote
???
Status
Amador e Base
Competição
Competições locais e amistosos na região
O Clube

O CIT Futebol Clube é um clube de futebol que se encontra atualmente desativado, o mesmo estar sediado na cidade de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife.

Fundado em 25 de março de 1973 por Zito do Cartório, o clube se destacou bastante na década de 70, no futebol amador da cidade de Igarassu, sempre participando das competições locais e disputando amistosos pela região.

Sua primeira e única participação em uma competição estadual foi no ano de 1981, quando o clube disputou a Copa do Interior daquele ano, na ocasião o time do CIT caiu em um grupo que era considerado como o mais complicado da competição, pois tinha os seguintes clubes:

Portela de Jaboatão dos Guararapes;
Centro Esportivo do Cabo de Santo Agostinho;
Palmeiras de Paulista;
Grêmio da Celpe de Goiana;
Comercial de Barreiros;
Condor de Olinda;

Confiram os jogos do CIT na competição:

Centro Esportivo  6×0  CIT – José Carlos Martins
Condor                  1×1   CIT – Olindão
CIT                      0x1   Palmeiras – Municipal de Igarassu
Portela                 3×1   CIT – Jefferson de Freitas
CIT                      3×7   Grêmio da Celpe – Municipal de Igarassu
CIT                      3×1   Comercial – Municipal de Igarassu

E com uma campanha fraca o clube amargou a lanterna do grupo e foi eliminado da 1ª fase da competição, terminando assim a única aventura do clube de Igarassu no cenário amador estadual, voltando suas atenções para as competições locais e amistosos pela região.

Não temos confirmação, mais o time profissional do CIT permaneceu em atividades até o final dos anos 90 para o início dos anos 2000.

Time do CIT na década de 80 – Foto: Zito do Cartório (Facebook)
Curiosidade:

No ano de 2016 após o clube passar um tempo com as atividades paradas, o CIT retorna com uma parceria com a escola de Futebol Gênesis, e até os dias atuais o clube permanece em atividades apenas com as categorias de base.

Mais um clube registrado em nosso Acervo Futebolístico Pernambucano!

A imagem pode conter: 14 pessoas, atividades ao ar livre
Time do CIT em 2016, Categoria de Base: Foto – Cit Gênesis (Facebook)

Fonte: Diário de Pernambuco e Facebook (fotos e fundação)

Monte Castelo Esporte Clube – INÉDITO!!!!!

Por Henrique Martins, Adm do Acervo Futebolístico Pernambucano.
08 de março de 2019
Fontes: Diário de Pernambuco, Facebook – Fotos, Blog a História do Futebol.

Ficha do Clube
Nome
Monte Castelo Esporte Clube
Fundação
12 de setembro de 1945
Localização
Itambé – Zona da Mata Norte
Mascote
???
Status
Desativado desde 2007
Competição
Copa do Interior de 1973

O Clube

O Monte Castelo Esporte Clube, é um time de futebol pernambucano, sediado na cidade de Itambé, que está localizada na Zona da Mata Norte de Pernambuco, fazendo divisa com o estado da Paraíba.

O time do Monte Castelo foi fundado no dia 12 de setembro de 1945, o nome do clube é uma homenagem a grande vitória conquistada pela Frota Expedicionária Brasileira (FEB) no Monte Castelo na Itália, na 2ª guerra mundial, quando depois de quatro tentativas nosso exército conseguiu tomar o Monte dos Soldados Alemães e Italianos. Assim,  logo após sua criação o time foi conquistando torcedores locais e a paixão da cidade, onde seus diretores e jogadores se orgulhavam por ser o clube mais tradicional da cidade de Itambé.

Time do Monte Castelo em 1969 – Foto: Lauro Ramos da Silva – Facebook

Sua tradição era muito bem representada em campo, pois o clube detinha muitas vitórias e conquistava títulos regionais, inclusive fazendo amistosos no estado da Paraíba, contudo a maior investida do clube no futebol do estado, foi no ano de 1973, na então Copa Eraldo Gueiros (Copa do Interior de Clubes), onde participavam os clubes campeões de cada Liga municipal filiada a Federação Pernambucana de Futebol.

Time do Monte Castelo em 1973 – Foto: Diário de Pernambuco
O Monte Castelo caiu em um grupo relativamente complicado, era o Grupo 7, que contava também com a DR-5 (Grêmio da Celpe) da cidade de Goiana, o Palmeiras de Paulista, o time do Caxangá AC de Recife e o supercampeão suburbano o Locomoção EC de Jaboatão dos Guararapes.

Confiram os resultados encontrados do Monte Castelo nesta competição:

Grupo 07

1º Turno
Caxangá            1×1   Monte Castelo – Campo do Caxangá – Recife
Monte Castelo  2×0   Locomoção – José Pereira de Andrade – Itambé
Monte Castelo  3×3   Palmeiras de Paulista – José Pereira de Andrade – Itambé
DR-5                 ???   Monte Castelo – Agamenon Magalhães – Goiana
2º Turno
Monte Castelo 0x2   Caxangá – José Pereira de Andrade – Itambé
Palmeiras de Paulista  ???   Monte Castelo – Campo da Tecanor – Paulista
Monte Castelo ???    DR-5 – José Pereira de Andrade – Itambé
Locomoção        ???    Monte Castelo – Jefferson de Freitas – Jaboatão dos Guararapes

O escudo do clube não está muito visível nas fotos da década de 70, pois a qualidade das imagens não estão muito boas, por isso pedir ajuda de dois grandes pesquisadores do futebol que inclusive estarei deixando seus sites ao término da matéria.

E esta são as versões mais aproximadas do escudo utilizado pelo clube de 1969 até meados da década de 80.

Escudo 1: Redesenhado por Sérgio Mello
Escudo 2: redesenhado por Renato Gomes Zaraskyz

O Alvinegro Itambeense não conseguiu realizar uma boa campanha e foi eliminado logo na primeira fase, logo após a competição o clube voltou suas atenções para o campeonato citadino onde seguiu disputando as competições locais até meados dos anos 2000, quando manteve também o time de futsal chegando a conquistar alguns títulos também nesta modalidade.

Durante sua época em que esteve em atividades, o time do Monte Castelo mandava seus jogos no Estádio José Pereira de Andrade, de capacidade para pouco mais de 3.000 torcedores:

Resultado de imagem para Estádio José Pereira de Andrade Itambé

O time foi o mais tradicional da cidade de Itambé, sempre levando multidões aos seus jogos, conquistando várias vitórias e títulos na cidade, chegando a ser o único clube local que entrou em uma competição estadual junto com os clubes amadores que mais tinham chances de receber o profissionalismo e disputar o campeonato pernambucano da época!
O time do Monte Castelo sobreviveu nos gramados até meados dos anos 2000, e hoje encontra-se desativado, porém sempre nas memórias dos torcedores locais e agora eternizado no nosso Acervo Futebolístico Pernambucano!

Time do Monte Castelo na década de 70 – Foto: Gerásio Nunes de Lira – Facebook
Seus maiores rivais nos gramados foram o Guarani Futebol Clube e o São Sebastião Futebol Clube, ambos também de Itambé e ambos desativados também!

=====================================X=========================================

Agradecimentos ao Sr. Antônio Paiva Filho que é ex-presidente do clube, e nos ajudou com muitas informações do clube.
Agradecimentos ao Sérgio Mello do Blog a História do Futebol, por ter redesenhado o escudo 1 do Monte Castelo na década de 70.
Agradecimentos ao Renato Gomes Zaraskys do site Curioso Futebol Clube, por ter redesenhado o escudo 2 do Monte Castelo na década de 70.

Fontes: Diário de Pernambuco, Antônio Paiva Filho (ex-presidente do clube), Sérgio Mello e Renato Gomes Zaraskys no redesenhos dos escudos 1 e 2.

Links Interessantes:
Blog a História do Futebol – http://cacellain.com.br/blog/?cat=203

Clube Náutico Trigueiros

Postado Por Henrique Martins Feitosa
Blogueiro, Administrador e Gestor de RH
07/03/2019 – Cabo de Santo Agostinho



Ficha do Clube
Nome
Clube Náutico Trigueiros
Fundação
1982
Localização
Vicência – Zona da Mata
Mascote
???
Status
Amador
Competição
Campeonato Municipal de Vicência
O Clube
Clube Náutico Trigueiros é um clube de futebol amador do município de Vicência, localizado na Zona da Mata Pernambucana.
O Náutico Trigueiros disputou 2 edições do Campeonato Pernambucano da Terceira Divisão: em 1999, chegou até a segunda fase, perdendo para o Korujão de Carpina, e em 2000, levou 6 a 2 do Alegriense de Chã de Alegria, em pleno estádio Jacozão, resultado que causou a eliminação na primeira fase – no primeiro jogo, em Glória do Goitá, houve empate sem gols.
Após a experiência na terceira divisão estadual, passou a dedicar-se à disputa do Campeonato Municipal de Futebol Amador, na qual é o atual bicampeão.

Em nossas pesquisas não conseguimos encontrar nenhum registro do escudo do clube, porém como o time é inspirado no Náutico de Recife, muito provavelmente o escudo seja idêntico. 

Resultado de imagem para Clube Náutico Trigueiros

Fonte: Futebol Nacional. 

Associação Atlética de Futebol

Por Henrique Martins, Adm do Acervo Futebolístico Pernambucano
07/03/2019

Ficha do Clube
Nome
Associação Atlética de Futebol
Fundação
18 de Julho de 1971
Localização
Jaboatão dos Guararapes – Região Metropolitana do Recife
Mascote
???
Status
Extinto
Competição
Copa do Arizona – 1978
O Clube

A Associação Atlética de Futebol, foi um clube de futebol amador, sediado na cidade de Jaboatão dos Guararapes, cidade localizada na Região Metropolitana do Recife.

A Associação foi fundada em 1971 pelos Sócios-fundadores e desportistas:

João Carlos;
José Maria;
Moisés;
Nai;
Alexandre;
Geraldo Escalera;
Adilson Cordeiro;
Nelson Gomes;
João Gomes da Silveira;

No ato da fundação foi solicitado uma colaboração simbólica de Cr$ 10,00 para a compra dos materiais esportivos.

Assim então a Associação Atlética de Futebol estava fundada e seu primeiro jogo foi contra o Cristal Futebol Clube da Usina Jaboatão, onde os azulinos venceram por 2×1, isso em 26 de setembro de 1971, já durante o ano de 1972, o clube realizou diversos amistosos onde pretendia melhorar seu desempenho.

Porém as conquistas começariam em 1973 quando o clube entrou no peladão(competição realizada pela Liga Desportiva de Jaboatão), e logo se sagrou campeão do torneio Início e mais tarde campeão de 1973, em 1974 o clube repetiu a dose, sendo campeão do torneio início e da competição geral, e em 1975 o clube tornou-se tricampeão tendo sofrido apenas um gol na competição.

Em 1976, o clube ficou com o Vice campeonato, quando perdeu a final para o Avaí local, resolvendo paralisar suas atividades.

Chegada da Copa Arizona

Depois de ficar o ano de 1977 sem atividades, seus diretores e jogadores se viram motivados com a Copa Arizona de 1978 e resolveram entrar na disputa do maior campeonato de futebol amador do mundo e o clube não fez feio, aliás fez muito bonito, pois ao vencer o Ircosa de Caruaru pelo placar de 1×0 o time se sagrou campeão da Copa Arizona daquele ano.

Sendo assim a Associação foi qualificada para disputar a Copa Arizona de 1978 agora em sua fase regional, e assim o clube azulino de Jaboatão enfrentou o Renascença da Paraíba e o Bate Bola do Espirito Santo, sagrando-se campeão de seu grupo.

O time só foi eliminado nas fases finais da competição ao perder o jogo para o Elnema de São Paulo pelo Placar de 4×1, dando adeus a competição.

Durante sua existência (1971 a 1978) o clube realizou 87 jogos, onde conseguiu 58 vitórias, 20 empates e 9 derrotas, marcando um total de 120 gols e sofrendo 78.

Fotos do clube durante a Copa Arizona de 1978

Em nossas pesquisas no conseguimos registros visíveis de seu escudo pera podermos redesenha-lo, porém a única foto encontrada de seu escudo está totalmente sem condições, mais aqui fica o registro,


Único registro do escudo do Clube.
Fonte: Diário de Pernambuco

Campeonato Pernambucano Amador – Certame da Segunda divisão – 1972

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
28/02/2019

Definitivamente um dos campeonatos mais difíceis de se encontrar algum documento, ou alguma informação sobre, lá se foram meses de pesquisa, até que enfim consegui encontrar não só os clubes participantes (acima) como também a tabela daquele campeonato que já era chamado de Campeonato Pernambucano da Segunda Divisão de 1972, mais também era chamado de Certame de Amadores, ou Campeonato de Amadores.

A tabela em si apresenta uma incógnita em sua 3ª rodada, incógnita essa que explico ao final da matéria.

Apesar de não ter encontrado regulamento no jornal, posso presumir que a competição tinha uma primeira fase onde todos jogam contra todos em turno único e os dois melhores decidiam a competição em uma melhor de três.

Outra curiosidade que pude observar na pesquisa é que essa competição seria de fato a primeira em Pernambuco a ter seu campeão e vice na 1ª divisão, porém essa hipótese foi rejeitada por alguns clubes da 1ª divisão estadual por motivos óbvios (Íbis e Santo Amaro), e o campeonato chegou a um final sem ter uma conclusão sobre acesso e descenso.

Abaixo temos a tabela que infelizmente está vazia em resultados, pois em minha pesquisa não encontrei nenhum registro de resultados das partidas, com exceção da decisão. 

Tabela

1ª Rodada
Locomoção X Santa Cruz Jefferson de Freitas 27/fev
C. Barreiros X Caxangá Luiz Brito de Melo 27/fev
AFASA X Expressinho Campo do Caxangá 27/fev
2ª Rodada
AFASA X Locomoção Campo do Caxangá 19/mar
C. Barreiros X Expressinho Luiz Brito de Melo 19/mar
Santa Cruz X Caxangá Oswaldo Freire 19/mar

3ª Rodada *
Caxangá X C. Barreiros Campo do Caxangá 09/abr
Expressinho X AFASA Campo do Pina 09/abr
Santa Cruz X Locomoção Oswaldo Freire 09/abr

4ª Rodada
Caxangá X AFASA Campo do Caxangá 16/abr
Expressinho X Locomoção Campo do Pina 16/abr
C. Barreiros X Santa Cruz Luiz Brito de Melo 16/abr
5ª Rodada
AFASA X C. Barreiros Campo do Caxangá 22/abr
Locomoção X Caxangá Jefferson de Freitas 22/abr
Santa Cruz X Expressinho Oswaldo Freire 22/abr

Final
Melhor de Três
1º Jogo
Caxangá          0X2      C. Barreiros – Campo do Caxangá  –  Sem dados da data de realização, mais o provável é que tenha sido uma semana antes da 2ª partida.
2º Jogo
C. Barreiros     4X0      Caxangá      – Luiz Brito de Melo   –   21/05
3º Jogo não foi realizado pois o Central Barreiros venceu duas das três partidas decisivas.

Central Barreiros Campeão Pernambucano de Amadores (2ª divisão) de 1972

Assim noticiou o jornal Diário de Pernambuco, o título do Central Barreiros:


* Durante minha pesquisa no acervo do Diário de Pernambuco encontrei a 3ª rodada com os mesmos jogos da 1ª rodada, porém com o mando de campo invertido, o que me levou a seguinte hipótese, o jornal pode ter cometido um engano e publicado os mesmos jogos de uma rodada anterior, e percebendo que nenhum outro jogo está repetido, descartei a possibilidade do campeonato ser em turno e returno com dois grupos de três clubes.

Sendo assim eu analisei a tabela e assim pude perceber quais jogos estão faltando, isso independentemente de mando de campo e data! São eles:

AFASA   X   Santa Cruz do Carpina
Caxangá   X   Expressinho do Pina
Central Barreiros   X   Locomoção

A conclusão que tiro é que o Campeonato Pernambucano de Amadores ou Campeonato Pernambucano da 2ª divisão como é posto no jornal Diário de Pernambuco, deveria sim ser considerada a primeira edição do estadual da série A2 que temos atualmente, pois por falta de acordo entre os clubes não tivemos o acesso e o descenso.

Fonte: Acervo do Diário de Pernambuco
Link: Diário de Pernambuco 1970 a 1979 >>> Pesquisar os seguintes termos: Central Barreiros, Certame de Amadores, Segunda divisão.
Escudos do Central Barreiros, Expressinho e Locomoção Redesenhados Por Sergio Mello do Blog a História do Futebol.